Os 15 melhores personagens LGBT na televisão: Amy Raudenfeld em 'Faking It'

Temos que admitir que não estávamos exatamente empolgados com esse programa quando ouvimos sua premissa: duas garotas héteras fingem ser lésbicas para se tornarem mais populares no ensino médio? Nas mãos da MTV, só Deus sabia onde algo assim poderia ir. Mas o programa - agora no meio de sua segunda temporada - é impressionantemente mais complicado do que isso, e melhorou a cada episódio. Situado em uma escola secundária progressiva em Austin, Texas, 'Faking It' é provavelmente o mais perspicaz possível quando se trata de jovens LGBTI (que 'I' está lá porque a série oferece uma representação extremamente rara de um personagem intersex) em televisão. Parece uma versão mais melancólica, mais transgressiva e certamente muito mais alegre da série cult popular da WB, 'Popular'. E esse é um grande elogio.



Se você não assistiu ao programa, sugerimos que o faça e não leia mais, porque há um spoiler bastante importante logo após esta frase (pare agora!). Acontece que uma das garotas heterossexuais que começaram a série fingindo lesbianismo por popularidade não é tão hetero. Ao longo da primeira temporada, 'Faking It' oferece um arco de personagem bastante devastador para Amy Raudenfeld (a fantástica Rita Volk), que lentamente começa a perceber que tem sentimentos românticos e sexuais por sua melhor amiga Karma (Katie Stevens). O pior para Amy é que Karma está conseguindo descobrir sua falsa identidade para conquistar o cara mais gostoso da escola, deixando Amy na posição menos do que desejável de ser uma lésbica fechada que finge ser uma lésbica de fora, para que o amor de sua vida possa namorado.

A série lida com a angústia de Amy (e ocasionalmente de maneira hilária), dando-nos uma das lésbicas adolescentes mais estratificadas que a televisão já viu (embora, para esse fim, infelizmente tenha havido apenas algumas).



Assista ao elenco de 'Faking It' no Paley Fest abaixo:




Confira nossa lista completa dos 15 'melhores' (sabemos que é uma palavra carregada) caracteres LGBT na televisão.



Principais Artigos